01 outubro 2009

Dois dias em casa com a Marta

Se com a Maria em casa, o desafio é que não apanhe uma overdose de desenhos animados e me esquecer que ela está comigo, com a Marta é o oposto: apesar de se entreter muito tempo sozinha a brincar, está sempre a pedir para irmos dar uma volta e a precisar de acção. Apesar de em muito ela me lembrar a minha irmã Raquel (fisicamente e na sua reguilice/meiguice) tem uma coisa muito aqui da mãezinha: ver televisão nunca dura mais de 5 ou 10 minutos. Ou desistimos, impacientes, ou adormecemos.



(foto tirada ao computador)