24 novembro 2009

Dos amigos

Há os que nos desiludem, os com quem vamos tendo uma relação de aproximação- afastamento devido às alturas da vida, encontros e desencontros. Também há aqueles em que não depositávamos grande confiança, mas que nos surpreendem e invadem a nossa vida, sem nos dar margem para dizer que não.
E, por fim, há os que estão sempre presentes, independentemente de nós até termos corrido o risco de estar catalogados nos vários tipos acima.

Sou uma pessoa muito abençoada, é um facto.