22 novembro 2009

Joaquim, 2 anos.

Trouxe com ele muita coisa nova, com a sorte de nascer e já ter uma casa cheia. Mãos com experiência, barulho para embalar. Surpreendeu-nos umas semanas antes do tempo e tinha pouco mais de 2500g e muita pele por encher. Era um ratinho, muito calmo, sem chorar. Podia ter sido a tempestade ao fim de apenas um ano de nos ter nascido a Marta. Mas não. Fez-nos crescer a todos, quase sempre com um sorriso nos lábios.