25 fevereiro 2010

Cheque-dentista e o nosso SNS

Ora bem, existe uma coisa chamado Cheque-Dentista, que começou por ser uma "regalia" atribuída pelo Estado para crianças e idosos, e que desde o ano passado se alargou às grávidas. Para isso, basta uma grávida dirigir-se ao seu médico de família, que lhe confirma em certidão a gravidez, e depois a mesma dirigir-se a um dos dentistas autorizados e começar lá o tratamento necessário (pode ir até 3 cheques no valor de 120€).

Até aqui tudo muito giro, para quem tem médico de família atribuído. Eu não tenho e não se prevê quando venha a ter. Depois de muitas horas à espera de um médico de recurso no Centro de Saúde, fico a saber que o mesmo não pode passar a tal certidão. Ou seja, se quero poder usufruir isto, vou ter de me inscrever em consultas de saúde materna no mesmo Centro (e nunca mais lá pôr os pés, claro) e aguardar que com todas as papeladas, me passem o tal papel. Isto porque a minha dentista faz parte da rede e me dá um certo jeito poder arrancar o dente do siso que adio há largos meses.

Vamos ver se entretanto não desisto no meio de tanta espera.