27 outubro 2010

O meu marido

envia-me frequentemente links para artigos. Este nunca me poderia ser indiferente, por vários motivos. A ideia de uma pessoa jovem com uma doença grave é sempre incomodativo, sendo uma mãe com filhos pequenos entristece-nos.

Coincidência ou não, e não quero desde já assustar ninguém, mas eu vivo cada vez mais com uma convicção forte que um dia vou ter um problema de saúde semelhante. Sinto-me há bastante tempo menos saudável, e ao meu redor muitos amigos têm sido testados na sua saúde.

Digo isto sem dramatismos e sem gosto, também. Honestamente, o que peço nas minhas orações não é que isso me seja poupado, mas que se tiver que acontecer eu saiba estar à altura.