13 dezembro 2010

Falei dele

uma vez aqui neste blogue. Desde esta madrugada que deixei de ter quem me apertasse a mão. No Céu também não há beijinhos, de certeza. Até esse dia.