31 outubro 2011

*

Da mesma forma que não acredito na sorte, testemunho da Graça de Deus. Tudo o que sou ou tenho de bom, não é mérito meu, mas apenas e só o resultado dessa Graça imerecida, e que um dia me foi entregue.
A minha gratidão a Deus é enorme e difícil de expressar em palavras.