30 junho 2012

Pode não ser futebol,

mas andamos pela Europa a conquistar ouro e prata em atletismo.



28 junho 2012

Cascão

"Tomar banho? Mas eu tomei ontem!" - Joaquim Cavaco, 4 anos, o mesmo ar de espanto e desespero, todos os dias.

(Curiosamente, é o filho que mais tempo passa dentro de água na piscina e na praia, mesmo quando a água está gelada!)

27 junho 2012

Obras de arte, pela cozinha

As férias da Escola começaram e há que inventar, estando por casa.


By the way, transitou para o 3º ano de escolaridade com distinção.

Do texto que coloquei na semana passada

Uma parte, traduzida por mim:

"A qualquer lado que vás, as pessoas têm algo a dizer acerca dos teus filhos. Porque não os devias ter tido, como os podias ter prevenido, e porque nunca fariam aquilo que tu fizeste. Certificam-se que sabes que não sorrirás da mesma maneira quando eles forem adolescentes. Tudo isto, na mercearia, à frente deles."

É que é tão verdade. Que mundo é este em que vivemos? Que valores foram trocados? Que vidas são estas, em que ter filhos fica no fim de uma longa lista? Depois das viagens, dos carros, da agenda cultural, da conta bancária? Que tempos são estes, em que ter filhos chega a ser condenável? O argumento mais perverso e recorrente, que indirectamente acusa de irresponsabilidade pessoas no meu lugar, é o "Isto não é só tê-los, é preciso ter condições." Uma forma de justificação e ataque.

Nunca me recordo de andar a chatear alguém para ter filhos (embora se me pedem a opinião eu o promova, obviamente) e fico triste quando fazem o inverso comigo. Mesmo triste.

26 junho 2012

Escrever cartas só com um assunto.

Começa a carta com saudades, desenvolve a carta com saudades e termina com saudades.

Joaquim Cavaco, a despedaçar corações há 4 anos.

video


24 junho 2012

Ir ali abaixo

é assim:










Isaías 40:31


Mas os que esperam no SENHOR renovarão as forças, 
subirão com asas como águias; 
correrão, e não se cansarão; 
caminharão, e não se fatigarão. 



22 junho 2012

Essa palavra tão difícil de traduzir.

Achado no Pinterest.

Julho de 1992, Cabanas de Tavira

Esta fotografia tem precisamente 20 anos. A foto foi tirada pelo tio Luís, e sou eu com o filho de um amigo dos meus tios, que iam connosco para alto mar, o dia todo. O tempo em que a nossa praia eram as ilhas que aconteciam, consoante as marés. Quem queria dormir a sesta puxava a capota do barco e descansava, quem queria estar quase o dia todo dentro de água - como eu - estava. O tio Luís emprestava-me o walkman Sony e as cassetes dele, e sentava-me à beira mar, ou deitada na toalha, horas a fio. E foi assim que fiquei fã de Leonard Cohen.



21 junho 2012

Visita ao hospital

Os doutores palhaços fazem um excelente trabalho, tanto quanto sei. Mas levar os meus filhos em visitas a um hospital, é animação, barulho digno de registar. Hoje foi assim, o avô João foi operado na terça-feira a uma perna e lá fomos todos!




Fotos com o telemóvel.

Diz que chegou o Verão



20 junho 2012

Gostar de coisas antigas e herdadas - 23

Pulseira, era da tia Lena.

Boys will be boys

video


Filhos

O texto começa bem: "A few years ago, when I just had four children..." e prossegue:

"You do not collect children because you find them cuter than stamps. It is not something to do if you can squeeze the time in. It is what God gave you time for."

e encerra ainda melhor: " Lay down pettiness. Lay down fussiness. Lay down resentment about the dishes, about the laundry, about how no one knows how hard you work.

There is more joy and more life and more laughter on the other side of death than you can possibly carry alone."

O texto integral, aqui.

19 junho 2012

Perdão.

Queres mostrar fé? Perdoa as pessoas que te fizeram mal. Não com o sentido de superioridade moral de as colocares em dívida contigo. Com o sentido de perdão que Cristo ilustra na cruz. Um gesto em que pagamos nós mesmos pelo prejuízo que outros nos causaram.
O sermão de Domingo passado:

Clicar aqui.

(No Google Chrome nem sempre abre o link, basta mudar para Internet Explorer ou Firefox).

18 junho 2012

A minha "filha Rita" casa 10 anos e 1 dia depois de mim. Presenciar a prova do vestido, com este tempo de distância, é bonito. Recordo um bocadinho, e experimento da alegria do lado de cá.



A Ria fica-nos tão bem

Cacela é o spot obrigatório deste lado do Algarve.

16 junho 2012

3 anos!


Completam-se hoje 3 anos, desde que o sobrinho Tiago chegou para nos alegrar os dias. Aqui o tio - que tem o mesmo nome que ele- costuma apelidá-lo de bully. Para mim, é uma mistura de traquina com mimoso. Porque como todos os reguilas, tem um lado doce apurado. Um abraço do tamanho do oceano que nos separa, Tiaguinho!


14 junho 2012

Almoço na Ria

Chegamos da praia, os miúdos almoçam e vão todos dormir. Nós sentamo-nos calmamente com este cenário. Dá para perceber por que é que este é o meu sítio preferido para férias de praia?




Escaravelhos mortos

Há quem traga conchas da praia. Os meus filhos coleccionam escaravelhos mortos.



13 junho 2012

Cabanas.




Os primeiros dentes a menos.


Tanta felicidade aos 5 anos e meio.

"Mamã, podes ir ao computador avisar os tios que eu já não tenho dentes?"

12 junho 2012

Marta Cavaco, 5 anos e meio, a entrar na via do Infante:

"Ai, Algarve, as saudades que eu tinha de ti."

E pronto.

Domingo chegámos ao meu sítio preferido de todo o Portugal para fazer praia.



10 junho 2012

Família Pascoal

Ontem foi dia de nos despedirmos de uma família amiga, que já falei aqui anteriormente. A família Pascoal parte em serviço para o Canadá, e deixa saudade. Relembrava aquilo que mais admiro neles: a capacidade de a família inteira se mobilizar, motivar e cooperar. Quando os vejo em trabalho de grupo, vejo a família que agrada a Deus. Unida e focada.


Paulo, Rute, Beca, Samé e Cila: Deus seja sempre convosco!

Bom domingo!

"Guarda o teu pé, quando fores à casa de Deus; porque chegar-se para ouvir é melhor do que oferecer sacrifícios de tolos; pois não sabem que fazem mal."
Eclesiastes 5:1


08 junho 2012

Re-post

Recoloco aqui um post de Fevereiro de 2010, de um hino que cantámos ainda no domingo passado na Igreja, e que a minha cunhada Selma recordava no blogue dela. Esta gravação foi feita aquando de um culto especial pelo Haiti.



Deus vos guarde pelo seu poder,
Protegidos e velados,
Desfrutando os seus cuidados,
Deus vos guarde pelo seu poder!

Pelo seu poder e no seu amor,
Té nos encontrarmos com Jesus!
Pelo seu poder e no seu amor,
Oh! que Deus vos guarde em sua luz!

Deus vos guarde para seu louvor,
Para seu divino gozo,
Seu serviço tão glorioso,
Deus vos guarde para seu louvor!

Pelo seu poder e no seu amor,
Té nos encontrarmos com Jesus!
Pelo seu poder e no seu amor,
Oh! que Deus vos guarde em sua luz!

Cá em casa agora é assim:


Porque quando nós acordamos, eles dormem há poucas horas. Quando almoçamos, eles estão a acordar. Quando jantamos, almoçam eles. E quando vamos dormir, eles ainda nem jantaram. Seis horas de diferença, é mais fácil assim.



07 junho 2012

Passeio demorado, em dia de descanso.

Hoje o dia não prometia grande tempo, mas arriscámos rumar ao Chiado. Gosto de Lisboa, sobretudo para passear, nestes dias em que fica mais quieta.



Passámos pela loja onde a avó Tina trabalhou quase duas décadas,



olhámos muitas vezes para cima,


passeamos calmamente, sabendo que provavelmente nos cruzaremos com alguém conhecido,


(o minorca cá de casa achou que na Rua Augusta o passeio para ele circular era aquela fina linha clara)



e, imaginem! Encontrámos uma vaca!





Mas o bom de ir passear é ter uma casa onde regressar.