04 novembro 2013

Adultério - Homicídio - Arrependimento - Consequências do pecado


O Velho Testamento está carregadinho de histórias feias, que ilustram muito bem a essência do homem, desde que saíu do Jardim do Éden, por causa do pecado. Também está cheio do Deus que perdoa, consecutivamente, cada burrada cometida.

David, esse grande escritor de salmos, o miúdo que derrotou o gigante e se veio a tornar rei, não só cobiça a mulher de outro, se deita com ela e a engravida, como planeia a morte do marido dela. O profeta Natan é enviado para falar com ele, de forma a que se aperceba da gravidade do que cometeu, e David cai numa profunda tristeza de arrependimento. David foi perdoado, mas o filho que veio a nascer deste relacionamento, morreu. Mais tarde, tiveram 4 filhos, um deles Salomão.

Na classe dos 7-12 anos estudámos estes acontecimentos, e a forma como Deus falava através de profetas, e a história escrita em II Samuel se cruza com o Salmo 51.