20 janeiro 2014

Deus não tem prazer no mal


Tal como nós conseguimos estar simultaneamente alegres e tristes, também Deus pode estar ao mesmo tempo cheio de felicidade e de dor. Tal como num casamento o sentimento principal de uma pessoa é o de alegria apesar de também aí existir alguma tristeza (a separação dos pais, por exemplo), também Deus é infinitamente feliz sentindo, ainda assim, sofrimento.

A tristeza de Deus não afasta a satisfação em Si próprio e nos Seus propósitos.

Escola Bíblica Dominical, classe dos 7-11 anos.