03 janeiro 2014

Do livro que não tem o meu nome mas que é nosso.

Saiu no dia 17, este livro. É um livro acerca da compreensão a que cá em casa chegámos sobre o casamento, à luz da Bíblia. Era o livro que eu gostava de ter lido antes de me ter casado. Ter-me-ia poupado a alguns destes equívocos.

Várias pessoas me têm perguntado o porquê de o meu nome não constar na capa, se o livro é nosso. O meu nome não consta na capa por opção minha. Não escrevi mais no livro também por opção minha. A ideia do livro surgiu durante o ano de 2012 e foi ganhando alguma consistência, de uma forma muito lenta, em 2013. O tempo foi passando e eu nunca me sentia com talento para escrever algo à nossa medida, depois de ter lido três grandes livros sobre o mesmo tema. O Tiago foi escrevendo. Eu fui lendo. E não quis acrescentar mais nada, escrevi apenas uma nota.

Creio que se lerem o livro, e chegarem ao final dele, perceberão a ausência da necessidade deste esclarecimento. Escrevo-a apenas para tranquilizar as mentes mais inquietas. O conceito de casamento, explicado nestas folhas, não prevê a possibilidade de o meu marido escrever sobre este tema e eu não ter a mesma opinião sobre ele. No dia em que isso acontecer, poderá ser um livro sobre qualquer outro assunto. Nunca sobre casamento.

.