06 fevereiro 2014

Colinhos

Para além do jeito que sempre me deu ter colinhos disponíveis para os meus bebés, sempre me aconchegou muito o coração ver os meus filhos gostarem de colos próximos e até manifestarem algumas preferências e carinho por alguns, que não apenas o dos pais.

Ainda hoje isso acontece, e confesso que é um tranquilizador grande, o conforto de eles saberem que não é só em nós que encontram segurança. Nesta fase em que já tenho mãos mais livres, devo dizer que não me importo nada (sinto até como um dever) começar a devolver o tanto que me foi dado.