04 março 2014

Ser turista na cidade onde crescemos

Cresci a ir à baixa, era onde a minha mãe trabalhava. Sei ainda de cor onde ficava o que eu mais gostava (o cheiro do café acabado de moer ali logo ao virar da esquina), os brincos e fios anos 90 da casa Batalha e a moda das miúdas Porfírios, lá mais em baixo!

Mas quando eu era pequena não se subia ao arco, e por isso vale a pena armar-me em turista na minha própria terra, sabendo que a possibilidade de encontrar amigos pelo caminho é uma boa e certa inevitabilidade.