03 novembro 2014

Novembro chegou mas eu já só penso em Dezembro





A última semana de Outubro viveu-se sem o chefe da família por casa. Em 12 anos de casamento nunca tínhamos estado mais do que 2 noites separados, mas 2014 trouxe duas experiências próximas de vários dias. Uma no Verão, outra agora. Se em Agosto a espera no meio das férias demorou a passar e trouxe grande estranheza aos miúdos, desta vez foi tudo mais simples. Nada como a rotina dos dias para imprimir normalidade na ausência.

Ir até ao aeroporto pelas 7 da manhã, ao terminal das partidas, poderia ser bastante deprimente. Haja sono para nos anestesiar. Quando vinha embora, nessa manhã de nevoeiro cerrado que não permitiu que ficássemos a ver aviões em acção, tive o meu coração confortado. A próxima vez que me dirigir ao aeroporto será para o terminal das chegadas. Os meus 5 do Mississipi vão chegar, contra todas as previsões. E só falta um mês! Está a contar!