11 novembro 2014

O céu.

Hoje foi o dia da despedida.

Uma cerimónia preparada por quem já não se encontra, um texto como último testemunho, homenagens sentidas. Como em qualquer outro dia, Deus não deixa nada ao acaso. O céu que pela manhã anunciava algo de imensamente bonito: mais um crente está em festa do lado de lá.