07 janeiro 2015

Uma foto onde me falha a legenda.

Todas as mulheres nesta foto são reincidentes nas nossas reuniões. À excepção de uma: a minha cunhada Marta, de quem tenho estado afastada nos últimos dois anos e meio, e da qual me vou voltar a afastar dentro de duas semanas (esta doeu!).

Dá para perceber uma das mil razões pelas quais ela veio cá agora: dar-nos uma perspectiva diferente de como se vive além fronteiras. Ou de poder ver a forma criativa como Deus trabalha em todos os pequenos detalhes das nossas vidas e a nossa responsabilidade em agir. Acção é talvez o que mais sonho para 2015. Fazer coisas acontecer, servir os outros com amor, combater desculpas e ganhar forças na alegria de o fazer. Siga!