13 julho 2015

Cenas à Joaquim

Sei que o que chama mais à atenção neste desenho, é o hilariante protesto de querer tratar os pais pelo nome próprio (coisa que ele nunca verbalizou, que me recorde). Mas o que me deixa enternecida é o pequeno pormenor de, ao escrever o nome completo dele, apontar para o respectivo pai a origem do apelido. Este miúdo só é despassarado no que quer.