26 novembro 2015

Acções de graças

J.R. Miller, em 1912,  dizia qualquer coisa como:

"Para um cristão, dar graças deve ser acerca de ter Cristo no coração, transformando a nossa disposição e o nosso carácter. Dar graças deve ser, antes de mais um hábito, antes de se tornar uma qualidade intrínseca. Acções de louvor passageiras no meio de anos de queixumes, não é isso que é suposto ser. Canções quando os dias são solarengos, e nenhuma canção quando os dias estão encobertos, isso não trará uma vida de gratidão. O coração deve aprender a cantar sempre.

Esta lição apenas é totalmente compreendida quando se torna um hábito que circunstância nenhuma pode abalar. Devemos persistir em sermos agradecidos. Quando não vemos razão nenhuma para louvar, devemos acreditar no amor de Deus e na sua bondade, e ainda assim agradecer. Só aí, dar graças terá tomado o lugar certo dentro de nós; quando se torna parte de todos os nossos dias e em qualquer momento."