16 novembro 2015

O sangue dos"infiéis"


"A vingança é minha!", diz o Senhor (Romanos 12).

O critério é apenas um: espalhar o terror. Não foi numa Igreja, ou em território proibido, como podemos ler diariamente na internet. Foi aqui à nossa porta, e em sítios onde facilmente nos identificamos (é difícil não o fazermos, quando ainda há duas semanas estávamos divertidos a assistir a um concerto no Coliseu).

É derramado o sangue de inocentes, como as notícias divulgam. Sim. Mas não só o destes, mas também de todos os outros, a quem o auto-proclamado estado islâmico arrasa diariamente pelo mundo. Serão esses culpados de alguma coisa? Só se for de crerem no único e verdadeiro Deus.

Em dias assim, intensifica-se o desejo: "Ora vem, Senhor Jesus!" (Apocalipse 22).