23 fevereiro 2016

"Já há algum tempo que me interesso por arte."


Recordo bem o deslumbramento de descobrir que a primeira bebé já adormecia sem mim. Que acordava, se agarrava à Minnie, e continuava a dormir. "Está a crescer", pensava. Mais tarde, a primeira vez que brincou sem companhia, e se entreteve. "Uau!", pensava, "ela está a brincar". Ao longo do tempo, todas as outras conquistas, o começar a juntar as letras, perceber conceitos, descobrir coisas. Sempre o espanto.

Aos quase 12 anos, ainda fico boquiaberta com muitas coisas, como por exemplo: o interesse de se misturar em conversas de adultos, e a forma como se tenta encaixar no contexto. Ou quando numa exposição, lhe fazem uma pergunta e a pronta resposta é: "Já há algum tempo que me interesso por arte".