24 maio 2018

No início de ter bebés, houve uma fase em que a minha leitura parecia que nunca ia ser retomada. Entre dar de mamar e extremo cansaço, era mais fácil ver porcarias na televisão, porque a capacidade de concentração estava toda em cremes, fraldas, medicação e sopas. A rota foi corrigida ao longo dos anos e, felizmente, os bebés mais novos já não têm memória de me ver a assistir ao Dr. Phil (a mais velha faz questão de gozar comigo de vez em quando, para grande vergonha). Agora que consigo ler novamente vários livros ao mesmo tempo, percebo melhor o desperdício desses anos. Entre um bebé ao colo e a obrigatoriedade de estar parada, façam boas escolhas e alimentem bem a vossa alma. Vão por mim, uma desnutrida recuperada.